Globalia e Barceló negoceiam fusão

Globalia e Barceló contrataram a consultora EY para negociar a fusão das suas áreas de actividade.


Globalia e Barceló contrataram a consultora EY para negociar a fusão das suas áreas de actividade, que integra no primeiro caso a Halcon Viagens e Organização e no segundo pela Avoris que, dirigida por Gabriel Subias integra a B The Travel Brand, vários operadores e a companhia aérea Evelop.
Globalia e Barceló entram na operação numa situação de igualdade segundo conseguiu apurar preferente.com

O grupo Hidalgo há mais de um ano que analisa uma fusão deste tipo, embora o tenha negado aos seus funcionários há justamente um ano, inclusive com a assinatura de um director da mesma consultora que agora detém o processo.
Do lado da Ávoris, também o Grupo Barceló estiveram a ponto de a vender ao fundo Certares e ao investidor Manfredi Lefevbre.

No ano passado a Globalia facturou cerca de 1500 milhões enquanto que segundo a Expnasion, Ávoris facturou cerca de 2000 milhões em 2018, pelo que um grupo resultante arrebataria a liderança das Viagens Corte Inglés no que se refere ao volume de ingressos, que no seu último exercício superou os 2700 milhões num mercado que conta também com Nautalia como quarto grupo e também com as Viagens Carrefour que por sua vez está em processo de venda, como adiantou em exclusivo ao preferente.com.

O maior factor de rentabilidade da Globalia é a companhia aérea Air Europa, embora a sal divisão emissora esteja deficitária por falta de liderança, ao contrário da Ávoris, que vem registando proveitos regulares e grande crescimento de vendas no seu negócio de agências e agências de viagens


Globalia e Barceló trablham as daus com uma UTE, agora classificada como Turismo Social para as viagens do Mundosenior. Por outro lado Simon Pedro Barceló já foi conselheiro da Globalia na qualidade de accionista minoritário.


Globalia y Barceló ya trabajan conjuntamente con una UTE renombrada como Turismo Social para los viajes del Imserso, y hasta ahora conocida como Mundosenior. Además, anteriormente Simón Pedro Barceló ya fue consejero de Globalia en calidad de accionista minoritario.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade