Jacinto Lucas Pires com monólogo no Mosteiro de São Bento da Vitória

Jacinto Lucas Pires com monólogo no Mosteiro de São Bento da Vitória

Jacinto Lucas Pires com monólogo no Mosteiro de São Bento da Vitória D.R.

Monólogo de Jacinto Lucas Pires no Mosteiro de São Bento da Vitória em cena de 20 a 22 de Outubro, no Porto

Email (desta tua mãe que tanto te ama), será interpretado por Anabela Faustino contando com encenação de Ivo Alexandre


Depois de ter estreado em 2015, “Email (desta tua mãe que tanto te ama)” chega agora ao Mosteiro de São Bento da Vitória, no Porto, estando em cena de 20 a 22 de Outubro.

Com dramaturgia de Jacinto Lucas Pires – responsável por textos como Arranha-Céus e Henrique IV, parte 3 –, o monólogo conta com interpretação de Anabela Faustino, num espectáculo que se assume como uma comédia agridoce que fala da necessidade de arrumar a casa, limpar fantasmas e pôr a vida de novo em movimento.

Não passa de hoje, Maria. Hoje mandas uma email ao Paulo a contar as felicidades boas da vida para ele não ficar triste nunca mais”.


É este o ponto de partida do espectáculo, encenado por Ivo Alexandre, que narra o momento em que Maria escreve uma mensagem ao filho morto, contando a sua história, numa tentativa de se libertar do estado de negação em que tem vivido.

“Email (desta tua mãe que tanto te ama)” é assim uma carta de amor, um ajuste de contas com o passado e um salto esperançoso para o futuro.


Email “começa pelo princípio”, isto é, o cemitério onde Maria conheceu o filho de um morto, que haveria de se tornar no pai do seu filho. O espetáculo faz-se de canções, de duvidosas teorias científicas sobre a migração da alma, sonhos bizarros e um nome pronunciado numa sala vazia.
O monólogo produzido pela companhia Ninguém - Associação Cultural pode ser visto no dia 20 de outubro, às 21h00; no dia 21, às 19h00; e no dia 22, às 16h00. Os bilhetes do espetáculo têm o preço de 10 euros, sendo que a peça é para maiores de 12 anos.

A par da apresentação de Email (desta tua mãe que tanto te ama), Jacinto Lucas Pires vai orientar, no Teatro Nacional São João, uma oficina de escrita que toma por ponto de partida uma das peças mais célebres de Vicente Sanches: Grupo de Vanguarda. De acordo com o dramaturgo, a oficina, que decorre nos últimos dois fins de semana de outubro, tem como objectivo “buscar o ponto ótimo em que tudo é normalmente misterioso e espantosamente claro”. Os participantes vão pensar e experimentar o diálogo como vozes que desafiam, a fala como ação, a concepção de personagens e a definição de estrutura como mecanismo que põe um corpo de ideias em movimento. A participação na Oficina de Vanguarda está sujeita a inscrição e tem um preço de 25 euros, realizando-se das 10:00 às 18:00 nos dias 21, 22, 28 e 29.

terça, 14 Nov. 2017 10:00 – domingo, 31 Dez. 2017 17:00
Campo Grande 245, Lisboa, Lisboa

terça, 14 Nov. 2017 10:00 – domingo, 17 Dez. 2017 18:00
Campo Grande 245, Lisboa, Lisboa

captcha