Concelho de Olhão assinala os 45 anos da Revolução de Abril

Assinala-se em 2019 a passagem dos 45 anos sobre o 25 de Abril de 1974, a revolução que terminou com a ditadura do Estado Novo.


  Em Olhão, o programa de comemorações é vasto, e estende-se ao longo do mês, com actividades por todo o concelho.

O programa teve início no sábado, dia 13, pelas 15:00, na Biblioteca Municipal José Mariano Gago, com um encontro com a escritora Dulce Maria Cardoso.

Na freguesia de Pechão, as comemorações do Dia da Liberdade arrancaram pelas 15:00 de domingo, dia 14, no Largo da Igreja, com a realização do tradicional Festival do Folar – uma organização da Junta de Freguesia - e do Festival de Folclore do Clube Oriental de Pechão.

As comemorações do 25 de Abril em Olhão prosseguiram na segunda feira, dia 15, com o projecto Estações, da Junta de Freguesia de Quelfes, dirigido às escolas do 1º Ciclo.

Olhar o mar é o livro de Carlos da Cena que, no âmbito das comemorações do 25 de Abril em Olhão, tem a sua cerimónia de lançamento marcada para as 18:00 de terça feira, dia 23, a bordo do caíque Bom Sucesso, numa iniciativa da Junta de Freguesia de Olhão.

O ponto alto das cerimónias oficiais do Dia da Liberdade são os Paços do Concelho, onde, a partir das 09:00 de quinta feira, 25 de Abril, acontece a cerimónia solene do hastear da bandeira, com a participação do Corpo de Bombeiros Municipais de Olhão, da respetiva Fanfarra, e da Banda Filarmónica 1º de Dezembro de Moncarapacho.

Pelas 15:00, no Pavilhão de Eventos, em Moncarapacho, acontece a Festa do 25 de Abril, uma organização da União de Freguesias de Moncarapacho e Fuseta.

Até final do mês, o programa oficial de comemoração do 45º aniversário do 25 de Abril prossegue, com destaque para o espetáculo de Fernando Tordo, que sobe ao palco do Auditório Municipal no sábado, 27 de Abril, a partir das 21:30.

Subscreva a newsletter oturismo.pt
captcha 

Publicidade

Actualidade